Leitores

Pesquisa no Abismo

Minha Arte

Mensageiro Obscuro é um escritor performático que possui um espetáculo solo no qual recita textos utilizando vestuários exóticos, maquiagens e outros recursos criados por ele. Escreve prosas poéticas, poesias, contos, crônicas, pensamentos, frases e experimenta outras formas de escrita.

Seus principais estilos e temas em suas obras são: aventura fantástica, realismo fantástico, autobiografia, onirismo, ultra-romantismo, simbolismo, drama, horror e suspense, ocultismo e misticismo, mitologias, filosofias, surrealismo, belicismo, natureza, comportamento, erotismo e humor.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Entre Livros e Armas

Por estudos e pesquisas
viajei em minha mente,
subi degraus em mim
e segui rumo ao meu abismo
como um ser onírico.
Assumindo forma e nome,
revelados em fantasias
no mundo dos sonhos.

Aprofundei-me no corredor
nas largas passagens,
em trajetórias perante
mistérios e enigmas.
No espaço-tempo vibratório
vivo aventuras maravilhosas
nos achados e perdidos
distantes do palpável.

Cheguei ao meu abismo pessoal,
território muito abstrato
de histórias mescladas
em realismo fantástico,
vivo realidade e fantasia.

Sou aventureiro do conhecimento,
e híbrido metamórfico,
montado como esfera e elipse,
triângulo e quadrado
expresso-me por símbolos.

Entre livros e armas
absorvo conhecimentos
e prazeres profundos,
produzindo e reformulando
o que sou e quem sou.

- Mensageiro Obscuro.
Setembro/2009.

Foto: Quarto do V na Galeria Sombria do filme "V de Vingança" (V For Vendetta), 2006.

4 comentários:

  1. Jó Cavalcanti20/02/2011 12:51

    Entre livros e armas.
    Título bem sugestivo...
    Me fez pensar como as palavras podem ser armas poderosas de destruição ou de salvação.
    Palavras são atitudes também. A própria hipocrisia em falar e escrever e não agir, também é uma atitude. De cinismo, mas é.
    Você tem uma inspiração forte e delicada ao mesmo tempo. Percebi nessa poesia, um desejo e uma vontade de encontrar-se. De encontrar o seu eu nesse mundo poético e crítico, sensível e agressivo também. Continue sendo um "aventureiro no conhecimento", depois que pegar essa reta, prepare-se: o caminho não tem volta nem fim.
    Adorei!

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante o blog !
    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

    www.bolgdoano.blogspot.com

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  3. Silvana Batista (Confraria dos Poetas)24/05/2011 14:15

    Hermética definição do ser... no corredor da vida... belíssimo, como sempre, Mensageiro Obscuro. Abraços poéticos.

    ResponderExcluir
  4. Deyvson Aguiar (Confraria dos Poetas)24/05/2011 14:16

    Realmente, adorei!!! Em pensar poder viajar num mundo onde a hipérbole do "realismo fantástico" transcende o que chamamos de poesia simples.
    Um exemplo de sofisticação.

    ResponderExcluir

Seus comentários me proporcionam a capacidade de saber que sensações e aprendizados cativei em vocês.
Usem a boa educação e por favor escrevam corretamente.