Leitores

Pesquisa no Abismo

Minha Arte

Mensageiro Obscuro é um escritor performático que possui um espetáculo solo no qual recita textos utilizando vestuários exóticos, maquiagens e outros recursos criados por ele. Escreve prosas poéticas, poesias, contos, crônicas, pensamentos, frases e experimenta outras formas de escrita.

Seus principais estilos e temas em suas obras são: aventura fantástica, realismo fantástico, autobiografia, onirismo, ultra-romantismo, simbolismo, drama, horror e suspense, ocultismo e misticismo, mitologias, filosofias, surrealismo, belicismo, natureza, comportamento, erotismo e humor.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Sagrada Prostituta

Uma freira desfilou sorrindo
perto de uma igreja vazia,
com seu jeito faminto e lascivo
revelou tão muda o seu erotismo.

O hábito de fé e puritanismo
amarrotava contra meu corpo,
enquanto ela ria e chorava
tocamo-nos com lascívia.

Fez do altar uma grande alcova,
profanando hóstias e vinho
para nosso banquete, assim,
transgredia como dama herege.

Libertou-se de dores e pudores
como uma sagrada prostituta
em nosso intenso culto erógeno,
tornando-me seu ídolo fálico.

- Mensageiro Obscuro.
Março/2008.

Foto: "Erotic Nun" por Clovis Trouille, 1944.
Portal do artista: Clovis Trouille

8 comentários:

  1. W. Sacharuk (Bar do Escritor)27/04/2010 23:57

    Impagável, seu ursão.

    ResponderExcluir
  2. Michelle Portugal (Bar do Escritor)27/04/2010 23:58

    Tu és bom com as letras.

    ResponderExcluir
  3. Tasso (Bar do Escritor)27/04/2010 23:59

    Nunca mais tinha lido o ursão!

    Coisa dele mesmo!

    ResponderExcluir
  4. Imaginação profana...Sedução e sacanagem envolta pela pureza de uma casa sagrada, é pura fantasia, fetiche .
    Só podia vir do espaço do "Mensageiro do Obscuro", que tanto invade paradigmas com seus textos intrigante e fortes.
    Senti falta deste espaço que mexe comigo, mas me afastei por medo de não estar correspondendo as espectativas de um intelectual admirável.
    Adorei o texto, seus versos.
    Beijo
    Amizade
    T I N I N

    ResponderExcluir
  5. Descreveu a lascívia se se tornar invasivo demais. Esta muito bom e esta melhorando a sonoridade. Amo isto.

    ResponderExcluir
  6. Hum... essas são as piores damas, puta que pariu! rs Vejo um excelente texto bem relacionado tb a gravura.
    Que freirinha do mal ehn! Amei! rs
    Beijos!

    Andréa.

    ResponderExcluir
  7. Baita coragem a dela!

    adorei!

    Belo poema! bjks

    Quel

    ResponderExcluir

Seus comentários me proporcionam a capacidade de saber que sensações e aprendizados cativei em vocês.
Usem a boa educação e por favor escrevam corretamente.